• Categoria Sem categoria | 22/07/2015
    dor_de_lado

    Dor de Facão !!!!

    POSTADO POR Fabio Costa

    Sempre lembrar que agradeço as fontes pesquisadas e que o site tem intuito de trazer informações aos atletletas.

    A dor de Facão muito comum em praticantes de atividade física tem varias teoriaa pra explica-la trouxe as que eu mais acredito e confio. Ela aparece quando um triatleta muda, por exemplo, da natação para o ciclismo. Quando o corredor faz treinos de tiro, com velocidade acima do que está acostumado. Quando o caminhante volta a se mover depois de uma temporada de inércia. A famosa “dor nos flancos”, pode aparecer do lado direito ou esquerdo, mas é sempre incomoda e, freqüentemente, limitante.

    - Existem várias teses que tentam explicar de onde vem a dor lateral. A mais atual é que seria de um ligamento que sustenta o fígado e o baço. Durante o exercício físico, ele poderia entrar em fadiga causando a fricção do órgão .

    Como a dor geralmente aparece em momentos de esforço intenso e respiração ofegante, é instintivo tentar eliminá-la mudando a forma como se inspira ou expira, o que até causa resultado parcial. A principal causa da dor não está na respiração.

    - Ela não é necessariamente ligada à respiração, mas sim à fadiga. Você estressou seu corpo e uma parte dele está reclamando

    Por isso a dor de lado é mais comum em quem faz exercício aeróbico de alta intensidade, acima do limiar anaeróbico. Na explicação mais simples, esse é o limite entre o exercício confortável e o exercício desconfortável, ao cruzar a fronteira todos estão mais sujeitos à dor.

    Índice- Quando a dor aparece, a primeira a coisa a fazer é diminuir a intensidade. Se estiver correndo, ande, se estiver andando, pare

    A dor de lado é mais comum quando o exercício aeróbico é intenso (Foto: Getty Images)

    Como evitar

    Mas existem formas de diminuir a chance que dor de lado apareça seguindo três recomendações básicas. A primeira é aumentar gradualmente o volume e intensidade de treino para que o corpo se acostume com o esforço. A segunda é fortalecer o core, a musculatura abdominal e lombar que sustentam o corpo. A terceira é ligada a alimentação, se fazer exercícios em jejum é ruim, comer demais é pior ainda.

    - Refeições muito pesadas e grande quantidade de líquidos consumidos antes ou durante o treino aumentam a incidência Quem nunca teve “dor de facão” e colocou uma folhinha verde para passar a dor?

    Quando colocamos uma folha verde é verdade que a dor diminui, não pela folha colocada no short e sim porque paramos alguns minutos para pegarmos a folha, o que nos faz sentir uma sensação de alivio.

    Se voltarmos a correr no mesmo ritmo, a dor voltará a incomodar com folhinha ou não. A realidade é que podem ser várias as causas que provocam aquela dor, as mais prováveis são:

    * uma cãibra ou câimbra no diafragma (espasmo muscular) devido ao esforço respiratório. Para corrigir o problema, deve-se fazer exercícios de respiração.

    * alterações do suprimento sanguíneo das vísceras, causando isquemia e dor.

    * distensões do fígado e do baço causados por uma dificuldade do coração em bombear o sangue.

    Geralmente essas dores ocorrem em indivíduos com aumento repentino na intensidade do exercício e que estão com preparação física inadequada.

    Existem muitas maneiras de acabar de vez com essas dores que insistem em aparecer. A prevenção pode ser tanto um trabalho pré-corrida, com aquecimento específico, quanto aprendendo a respirar corretamente, sabendo, assim, a quantidade de oxigênio que o seu corpo precisa para uma melhor funcionalidade.