• Categoria Dicas | 20/10/2015

    Exercícios e Academia, algumas dicas!

    POSTADO POR Fabio Costa

    Esse último fim de semana tivemos o Rio Sports & Health por isso nada mais inspirador do que falar de academia. Meu amigo @dr_danielcarvalho não pode esta l’ pra coordenar o curso comigo e @cruzflavio, mas nem por isso deixou de contribuir

    Os exercícios dentro da academia, quando bem orientados, trazem muitos benefícios. Isso todo mundo já sabe, e cada vez mais, a busca por profissionais habilitados para a prescrição do treino, vem prevenindo as lesões. Por outro lado, a busca pelo corpo perfeito pode trazer conseqüências graves e irreversíveis ao organismo.
    Gostaria de abordar alguns exercícios na musculação, que no meu ponto de vista, são os exercícios mais “perigosos”, para os nossos joelhos. Utilizei o termo entre aspas, pois, o que vou abordar, serve para pessoas que possuem um nível de treinamento de iniciante ou intermediário, e, principalmente, pessoas que já possuem alguma lesão no joelho (principalmente a condromalácea) ou queixa de dor. Obs: Em atletas profissionais de alto rendimento e praticantes de atividade com um nível avançado, as orientações mudam.

    IMPORTANTE: Independente do seu nível de atividade na academia, procure sempre um especialista em trauma do esporte que os riscos de uma lesão com certeza diminuirão.

    Más, qual a melhor forma de executarmos os exercícios?

    Todas as orientações abaixo foram baseadas na biomecânica do movimento do joelho, levando-se em conta principalmente as angulações que podem aumentar as chances de lesão e a especificidade de cada exercício. Por exemplo: o exercício de agachamento trabalha primariamente os músculos anteriores da coxa e secundariamente os músculos glúteos e abdome. Como comentei anteriormente, pessoas que possuam queixa de dor no joelho e/ou alguma lesão no joelho, devem evitar ultrapassar esses limites da biomecânica, para tentar ter um pequeno ganho para os músculos secundários. E isto, serve para outros exercícios dos membros inferiores.

    Como recomendação básica:

    Para evitar uma lesão do joelho na academia acompanhe estas 3 dicas:

    Agachamento:  evite agachamentos com amplitudes de flexão do joelho maiores do que 90 graus. Entre 70 e 90 graus de flexão é quando o músculo anterior da coxa atinge o seu torque máximo ( força máxima). Acima dessa angulação, que acaba sofrendo é a articulação da patela, que tende a aumentar a pressão e causar lesão da cartilagem.

    lesão-oelho-academia-agachamento

    Cadeira extensora: : neste aparelho, a maior pressão atingida na patela ocorre entre 45 – 50 graus de flexão. Recomendo, que o exercício seja feito entre 90 – 60 graus ( curto em baixo) e de 30 -0 graus ( curto em cima) obs: para as cargas, quanto mais próximo do joelho estendido, menos força conseguimos suportar, por isso, importante diminuir as cargas.

    lesão-joeelho-academia-estensora

    Leg press 45 graus: para trabalho primário do quadríceps, vejo esse exercício como o mais perigoso e negligenciado. O grau máximo de flexão do joelho não deve ultrapassar os 60 graus, por dois motivos: sobrecarga na patela e principalmente na coluna lombar. Muito cuidado também com as cargas neste aparelho, como alguns de vocês já devem ter presenciado algumas situações inusitadas na academia, como quando você precisa de anilhas e elas estão todas neste aparelho.

    lesão-joelho-academia-musculação

    Lembre-se: NÃO EXISTE EXERCÍO CONTRAINDICADO, EXISTEM PESSOAS CONTRAINDICADAS PARA DETERMINADOS EXERCÍCIOS.